Europa - mapa interactivo (em português) e Atlas Mundial

http://www.luventicus.org/mapaspt/europa/europacontinental.html
Se clicares uma segunda vez num país, surge o nome da capital!


http://go.hrw.com/atlas/span_htm/world.htm
Clica no continente que queres conhecer e depois no país para veres a sua capital!

Jogo dos países da Europa

A propósito, gostas de leitura?

  • Na barra lateral há mais opções!
  • "Mães e Filhas" - 1º Volume Evan Hunter Colecção Livros de Bolso Europa-América 246, Editora Publicações Europa-América Idioma Português
  • "Os Herdeiros da Lua de Joana", de Maria Teresa Maia Gonzalez (Editorial Livro)
  • "Emílio e os Detectives", de Erich Kästner, ( Clássica Editora)
  • "Céu Aberto", de Virgína de Castro e Almeida (Clássica Editora)

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Dia Mundial da Criança

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o Dia Mundial da Criança não é só uma festa onde as crianças ganham presentes.

É um dia em que se pensa nas centenas de crianças que continuam a sofrer de maus tratos, doenças, fome e discriminações (discriminação significa ser-se posto de lado por ser diferente).
Sabias que o primeiro Dia Mundial da Criança foi em 1950?

Tudo começou logo depois da 2ª Guerra Mundial, em 1945.Muitos países da Europa, do Médio Oriente e a China entraram em crise, ou seja, não tinham boas condições de vida.
As crianças desses países viviam muito mal porque não havia comida e os pais estavam mais preocupados em voltar à sua vida normal do que com a educação dos filhos. Alguns nem pais tinham!
Como não tinham dinheiro, muitos pais tiravam os filhos da escola e punham-nos a trabalhar, às vezes durante muitas horas e a fazer coisas muito duras.

Sabias que mais de metade das crianças da Europa não sabia ler nem escrever? E também viviam em péssimas condições para a sua saúde.
Em 1946, um grupo de países da ONU (Organização das Nações Unidas) começou a tentar resolver o problema. Foi assim que nasceu a UNICEF.
Clica aqui para leres sobre esta organização.
Mesmo assim, era difícil trabalhar para as crianças, uma vez que nem todos os países do mundo estavam interessados nos direitos da criança.

Foi então que, em 1950, a Federação Democrática Internacional das Mulheres propôs às Nações Unidas que se criasse um dia dedicado às crianças de todo o mundo.
Este dia foi comemorado pela primeira vez logo a 1 de Junho desse ano!
Com a criação deste dia, os estados-membros das Nações Unidas, reconheceram às crianças, independentemente da raça, cor, sexo, religião e origem nacional ou social o direito a:- afecto, amor e compreensão;- alimentação adequada;- cuidados médicos;- educação gratuita;- protecção contra todas as formas de exploração;- crescer num clima de Paz e Fraternidade universais.
Sabias que em só nove anos depois, em 1959 é que estes direitos das crianças passaram para o papel?
A 20 de Novembro desse ano, várias dezenas de países que fazem parte da ONU aprovaram a "
Declaração dos Direitos da Criança".Trata-se de uma lista de 10 princípios que, se forem cumpridos em todo o lado, podem fazer com que todas crianças do mundo tenham uma vida digna e feliz.
Claro que os Dia Mundial da Criança foi muito importante para os direitos das crianças, mas mesmo assim nem sempre são cumpridos.
Então, quando a "Declaração" fez 30 anos, em 1989, a ONU também aprovou a "Convenção sobre os Direitos da Criança", que é um documento muito completo (e comprido) com um conjunto de leis para protecção dos mais pequenos (tem 54 artigos!).
Clica aqui para os leres. Estão escritos de uma forma mais simples para tu os perceberes melhor.
Esta declaração é tão importante que em 1990 se tornou lei internacional!

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Dia Mundial da Criança

Alguns direitos da Criança
































Trabalho realizado por
Ana Cristina
Anabela







Dia Mundial da Criança

Casos de crianças infelizes
Nem sempre as crianças são respeitadas nem as suas vontades. Em Portugal existem muitos casos assim, como o caso Esmeralda ou como o caso Alexandra, onde as crianças são entregues aos pais adoptivos pelos pais biológicos. Os pais fazem isso ou porque não têm condições ou porque não querem os filhos.
As crianças depois de tantos anos com os pais adoptivos não querem ir com os biológicos. As crianças com toda esta experiência ficam traumatizadas, como no caso Alexandra em que ela não tem quaisquer relações ou com a Rússia ou com a família biológica pois nunca estiveram lá nem tiveram relações com a família.
Mas ao contrário destes casos, há pais que nunca tiveram filhos ou desejavam ter mais e não conseguem alcançar esse desejo, porque têm problemas de saúde.
Por isso acho que toda a gente tem de respeitar as crianças e fazer as suas vontades.
Trabalho realizado por Ana Sofia, Vânia e Ana Cláudia.

Dia Mundial Da Criança




Após a 2ª Grande Guerra Mundial as crianças de todo o mundo enfrentavam grandes dificuldades a alimentação era deficiente, os cuidaos medicos eram escassos. Os pais nao tinham dinheiro , viviam com muitas dificuldades, retiravam os filhos da Escola e punham-nos a trabalhar de sol a sol .
Em 1950 , a Federação Democrática Internaçional das Mulheres , porpôs às Nações Unidas que se comemorasse um dia dedicado a todas as cranças do Mundo.




Os estados membros das Nações Unidas (ONU) reconheçendo que as crianças independentemente da raça, cor, sexo, religião e origem nacional ou social, necessitam de cuidados e atenções especiais, precisam de ser compreendidas, preparadas e educadas de modo a terem possibilidades de usufruir de um futuro condigno e risonho, propuseram o Dia 1 de Junho, como Dia Mundial da Criança.

Nunca é demais lembrar, até porque poucas vezes isso tem sido feito, quais os direitos que assistem especificamente às crianças, e que estão consagrados na Convenção sobre os Direitos da Criança que foi elaborada em 1989 pelas Nações Unidas, que tiveram em consideração, entre outras coisas, o indicado na Declaração dos Direitos da Criança, adoptada em 20 de Novembro de 1959 pela Assembleia Geral desta Organização, que dizia que “a criança, por motivo da sua falta de maturidade física e intelectual, tem necessidade de uma protecção e cuidados especiais...”.
A ONU reconheceu também que “em todos os países do mundo há crianças que vivem em condições particularmente difíceis e a quem importa assegurar uma atenção especial, tendo devidamente em conta a importância das tradições e valores culturais de cada povo para a protecção e o desenvolvimento harmonioso da criança e a importância da cooperação internacional para a melhoria das condições de vida das crianças em todos os países, em particular nos países em desenvolvimento.”


Trabalho Realizado por :
Diogo nº15
Joel nº20
Nuno nº24

Dia da Mãe! Videos

Loading...

Dia da Mãe!

As celebrações do Dia da Mãe remontam às comemorações primaveris da Grécia Antiga, em honra de Rhea, mulher de Cronos e Mãe dos Deuses. Em Roma, as festas comemorativas do Dia da Mãe eram dedicadas a Cybele, a Mãe dos Deuses romanos, e as cerimónias a homenageavam tiveram inicio por volta de 250 anos antes do nascimento de Cristo.

Em Portugal, até há alguns anos atrás, o dia da mãe era comemorado a 8 de Dezembro, mas actualmente é no 1º Domingo de Maio, em homenagem a Maria, Mãe de Cristo.



Um dia, o Amor estendeu as mãos
para o nada e abriu o espaço...

Um dia, o Amor estendeu as mãos
para o homem e abriu-se o encontro...


Um dia, o Amor se tornou
vida de tua vida e eu existi...

Mãe, o céu sem confins revela-me teu amor...
A vastidão do mar fala-me da tua bondade...
As altas montanhas refletem teu heroísmo...
A profundeza dos vales espelha tua humildade...
A beleza das flores traduz teu caminho...

Tudo isso encerras dentro de teu grande coração...
E silenciosa, serena, sorrindo,
continuas labutando no cotidiano da vida.

Um dia, o Amor se tornou
vida de tua vida e eu existi.

Obrigado, Mãe!